caspa

Como prevenir e tratar a caspa?

A caspa, ou dermatite seborreica, é uma inflamação visível no couro cabeludo, que causa descamação branca ou amarelada. Além disso, ao contrário do que se pensa, ela não se manifesta apenas nessa área, mas também:

  • sobrancelha;
  • laterais e dentro do nariz;
  • orelhas;
  • colo.

Isso ocorre devido à alta produção de glândulas sebáceas associada à ação de fungos, o P.ovale e M.Furfur. Aliás, é a proliferação deles que provoca irritação na pele, seguida pela coceira intensa, descamação, vermelhidão e até feridas.

Prevenção da caspa no cabelo

Dito isso, para evitar o problema, é essencial haver uma mudança de hábitos. Embora não seja um caso apenas de higiene, é essencial lavar o cabelo em dias alternados. Além disso, recomenda-se:

  • dar preferência a água morna na lavagem, pois a quente estimula a ação da glândula; 
  • espalhar bem o condicionador e cremes, evitando o acúmulo do produto na raiz;
  • jamais dormir com o cabelo molhado, pois isso é um “prato cheio” para os fungos.

Fatores de risco

Sabe-se que o distúrbio pode ter origem genética, e que o descontrole hormonal piora o quadro. Crises de estresse, por sua vez, levam à baixa imunidade, sendo a porta de entrada dos fungos. No entanto, há outros fatores de riscos ainda poucos explorados que também interferem, como:

  • histórico de SOP (Síndrome do Ovário Policístico);
  • consumo excessivo de Whey Protein;
  • uso de anabolizantes sem prescrição médica.

Todos esses elementos deixam a glândula sebácea em alerta. Assim, ela passa a produzir óleo em excesso. O resto você já sabe, né? Aí está a razão do cabelo oleoso e, por sinal, das casquinhas brancas aparentes.

Tratamento combinado

A maioria dos tratamentos procura controlar a seborreia, o que inclui agentes secativos à base de Ácido Salicílico e do Enxofre. Ao mesmo tempo, busca-se reduzir a proliferação dos fungos por meio do uso de fungicidas: 

  • cetoconazol;
  • ciclopirox olamina;
  • octopirox. 

Casos graves de caspa

Porém, como há casos em que a dermatite é mais persistente, é aconselhável a consulta dermatológica.

É importante lembrar que o paciente não deve improvisar “receitinhas caseiras”. Isso pode agravar e muito o quadro. Sem contar que ainda pode levar à queda do cabelo

Probióticos X caspa

Para o tratamento da caspa, está em alta a aplicação local de probióticos, isto é, uso de micro-organismos que, em pequenas doses, pode trazer benefícios à saúde.

Normalmente, o método é indicado para pessoas com couro cabeludo sensível. Ademais, quem testou o cosmético garante que também reduz a descamação causada pelo tingimento frequente. Sem contar que ainda daria mais brilho aos fios. 

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais sobre meu trabalho como dermatologista no Rio de Janeiro.

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp